Amor e Sexo



Anônimo asked:

Tenho 15 anos e "namoro" um cara de 21. Ele nunca se passou cmgo, smpre me respeitou e parece gostar mesmo de mim. Mas eu ainda ñ contei p/ minha mãe sobre ele, e ñ sei como contar, tenho medo de ela ñ entender e achar que ele só qer me comer. Pf, me ajude, ñ sei o q faço mas quero ficar c/ ele

É normal que sua mãe pense isso, haja visto a diferença de idade entre vocês. Comigo aconteceu a mesma coisa em relação a minha mulher. Tínhamos a mesma idade de vocês dois. Mas no meu caso a mãe dela não deu nenhuma oportunidade. Esperei mais três anos e com a aprovação então dos pais dela, namoramos e casamos. Entendo que se vocês quiserem continuar esse relacionamento de forma séria deveriam, sim os dois, deveriam conversar com seus pais. Agindo assim, pelo menos para mim, passariam a impressão de que realmente querem ter um namoro sério. Se tua mãe vai entender ou não, somente saberás a partir do momento em que ela tomar conhecimento do “namoro” de vocês. Espero que dê certo…

Via: ask.fm


Anônimo asked:

tu acha que perder o tensão pelo namorado é porque acabo o amor ? Porque tipo, antes eu encostava nele e ja tava toda excitada, agora não, mas quando eu faço logo eu quero de novo o que é isso ?

O tesão é a manifestação fisiológica de um estado psicológico e emocional provocada pela atração e pelo desejo físico. Isso não significa que não é mais amor, tão somente a libido diminuiu. Precisa saber a causa. Stress, preocupações, sentimentos… não sei. Quanto ao sexo, percebe-se que ficas excitadas durante e após a relação, por isso queres sempre mais.  Eu diria que esse é o tesão reprimido que agora aflora em teu ser para compensar o que não teve ou sentiu antes. Isso é o que penso, mas se continuares a te sentir preocupada em relação ao que escreveste, procure ajuda de um profissional da saúde. Abraços.


Anônimo asked:

Tenho vergonha do meu corpo, o que faço pra mudar isso?

Como provavelmente não tens como mudar de corpo e fazer uma cirurgia corretiva ainda está fora de cogitação, é melhor ficar com o que tem e aceitar-se a si mesma. Não leve a mal minha ironia, mas quando era adolescente eu morria de vergonha de mim mesmo ao me ver no espelho. O que fazer? No meu caso o tempo e consequentemente a maturidade emocional me fizerem perceber que há coisas mais importantes do que a aparência física. Entendo que falar isso aqui é fácil, o difícil é colocar isso em prática. Sei que muitos sofrem por causa da obesidade precoce, por uma cicatriz ou mesmo uma mancha na pele e até pela cor do cabelo. Mas precisamos entender que tem coisas que podemos mudar e outras teremos que conviver por uma vida. Por isso, aprenda a aceitar-se e a valorizar-se como és. Agindo assim começarás a ter uma visão diferente de si mesma e uma qualidade de vida melhor.

Via: ask.fm


Anônimo asked:

tem como uma pessoa amar 2 pessoas ao msm tempo???

Depende de que tipo de amor que você está a se referir. Tu podes amar o mundo todo se quiser, podes amar as pessoas, os animais, as flores. Esse é um amor universal, um sentimento de gratidão pela vida. O amor de um pai pelo filho, de uma mãe pela filha, o amor entre irmãos, entre amigos de uma maneira fraternal. 

Mas creio que te referes ao amor dos enamorados. Aquele de uma pessoa para outra, com o objetivo de tornarem-se um só corpo e alma. Esse tipo de amor é carregado de ternura, compreensão e também de desejo e tesão. Portanto se te referes a esse tipo de amor, por experiência posso te dizer que não existe tal coisa, a de amar duas pessoas ao mesmo tempo. Ninguém pode servir a dois senhores. No máximo o que está a acontecer é uma mistura de sentimentos e paixões. 

E nisso reside essa dúvida: quando o relacionamento é movido apenas pela paixão, ele tem por característica não ser único e muito menos ser fiel ao objeto dessa paixão. Ora se apaixona por um, ora pelo outro, mas não é amor, posto que esse último requer para si, fidelidade e exclusividade por conta de sua devoção. 

Mais cedo ou mais tarde vais notar a diferença. Enquanto isso não ocorre, faça de sua vida como um poema do Renato Russo: “é preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã”. Abraços

via: ask.fm


Anônimo asked:

Me da um conselho?Olha eu penso que nunca vou gostar de ninguém, sabe já vi muitas pessoas fazendo juras de amor e trair(dá ódio!) e sou virgem!Acabo pensando em perder c/ qualquer um, mais depois lembro do que vc já disse, c/ alguém que goste,vc acha que devo esperar a pessoa certa?Me ajude!:)

Moça, se nossa felicidade ou decisão se basear nos modelos ou exemplos que temos a nossa volta, a gente acabaria não fazendo nada. Iríamos virar eremitas de uma sociedade conectada virtualmente mas que não consegue lidar com os desafios que a realidade cotidiana nos apresenta. O que você está dizendo é a mais pura verdade, por mais que não gostemos dela. De fato, juras de amor são feitas sem responsabilidade alguma, sem medir as consequências de tal ato. Virou algo banal, posto que as trocas de amores são mais comuns do que imaginamos. Mas o que esperaríamos de uma sociedade consumista e utilitarista como a nossa? Um relacionamento só é importante ou só tem valor se ele for interessante para mim. A partir do momento em que não sou mais atendido em meus desejos, então me desfaço dele… Descartáveis é o que somos para esse tipo de pensamento.

Por isso, é importante você permanecer fiel nos princípios e nos valores que tens. Por mais pressão que sofres dos amigos, do grupo, da mídia e da sociedade, eu ainda acredito que tu deves ficar firme neles. Será que nos dias de hoje não se encontram mais rapazes que levam a sério a vida e respeitam a opinião do outro? Que valorizam o namoro sério e comprometido e que saibam honrar a namorada que tem? Quero acreditar que ainda encontremos jovens de boa índole. 

Te digo moça, que vale a pena acreditar em uma pessoa que venha a te amar por aquilo que você é, não pelo que tu pode oferecer. Mas também entendo que a vida é um aprendizado constante, e não há como saber se um relacionamento vai dar certo ou não, sem nunca ter tentado viver um. No meu tempo a gente namorava para se conhecer, com a intenção no coração de vir a casar. Nem sempre um namoro resulta em um casamento. As vezes ele mostra que é melhor não seguir adiante. Nem sempre um casamento dá certo, mesmo com as promessas de uma vida a dois até que a morte os separe. Vários fatores, justificáveis ou não podem interferir nessa decisão. O mais importante nesse processo é saber lidar com todas essas circunstâncias, sejam nos momentos de felicidade, quanto nos de adversidade. 

Por fim, se em teu coração, você tem esse propósito de esperar pela pessoa certa, que assim seja. Mas lembre-se, nesse mundo, todos nós estamos num constante aprendizado. A pessoa certa em um momento, poderá não sê-lo no outro. Mas é importante você amar e encontrar alguém que te ame também, aproveite quando esse amor chegar e aprenda com ele, mas não deixe de viver se ele te decepcionar, pois somente você é responsável pelo destino que tua vida seguirá. Abraços

via: ask.fm


Anônimo asked:

como é conhecer a sogra?

É como conhecer outra pessoa qualquer. Com mais experiência com certeza e com conceitos e preconceitos definidos que num primeiro momento podem assustar, mas que depois, dependendo de como a relação se desenrola, não tem nada de anormal. A mãe de nossa namorada (sogra) geralmente vê com desconfiança e como ameaça qualquer namorado ou pretendente que a sua filha encontra. Nada mais natural. Cabe a nós demonstrarmos respeito e honrarmos a filha dela como ela merece. Ganhando o coração da sogra, já é meio mundo conquistado rss. 
Certa vez alguém disse o seguinte em algum lugar: “Se queres conhecer como será tua mulher contigo, observa como ela trata a mãe dela. Da mesma forma será contigo”. E tenho dito rss.
Falei de sogra no sentido do rapaz em relação a mãe da namorada. Semelhantemente pode ser o mesmo com o sogrão.. e vice versa ;)

via: ask.fm


Anônimo asked:

Oi! É meio que um desabafo e dúvida. Sou homem, 19 anos, e sinto tesão por homens mas eu só me apaixono por mulheres, sinto tesão por elas também, mas comparativamente por homem supera... Sou bi? Isso ta me deixando muito confuso. :S

Meu rapaz, fico feliz por ter procurado transcrever algo que para você ainda não é bem claro. Muitos passam pela mesma situação que a tua e falta a eles alguém que os escute sem fazer juízo de valores. Mais uma vez parabéns pela coragem e sinceridade nas palavras. Vamos lá…

Como diria uma música do U2, “teus sentimentos são mais fortes do que teus pensamentos”. Aquilo que você sente é tão avassalador em tua alma que já não consegues pensar racionalmente e assim o conflito se instaura no ser, na alma.

O que poderia dizer para ti? O que conheço da sexualidade humana são de minhas leituras superficiais, sejam as teorias de Freud e as pulsões sexuais, as de Lacan com seus símbolos, perversões e a neurose do ser e do self (eu), ou mesmo de Jung com suas características intimistas do anima e animus, do masculino e feminino na alma humana. Mas principalmente da minha própria experiência como homem nesse mesmo chão batido no qual todos nós estamos findos a existência.

Na minha adolescência e juventude também passei por algo semelhante, mas não tão intenso como o seu caso. O tesão por pessoas do mesmo sexo, a curiosidade e a angustia de saber se era homem ou se apenas era uma alma feminina a estar num corpo masculino me faziam conflitar. Foi um tempo de ajuste, de descoberta e de convicção. Dali poderia eu sair para uma relação homoafetiva ou para a heterossexualidade. No meu caso, foi a segunda opção. Entendi que era e sou um homem e que minha sexualidade e meu amor seriam para uma mulher, hoje minha esposa. Tem muitos homens que, embora casados, tem relações sexuais com outros homens, sejam eles passivos ou ativos, mas que ainda continuam a amar a mulher deles. É o sexo pelo sexo apenas. Quem ama, ama uma pessoa tão somente, mas o desejo, o tesão, esse muitas vezes não escolhe parceiros. Por isso sei bem o que estais a passar ainda que não na mesma intensidade e respeitando tua individualidade.


Por isso ouso te dizer algumas palavras, as quais espero não ser mal compreendido mas sei que não agradarei a todos que me leem, principalmente pelo momento no qual a sociedade brasileira passa. Primeiro, se de fato isso for apenas um ajustamento psicoemocional e afetivo, então provavelmente tenderás a voltar a sentir um tesão maior e a apaixonar-te tão somente por mulheres. Passado esse pico pelo desejo de pessoas do mesmo sexo, seria natural que te voltasse para as mulheres. Pode acontecer isso. Se o o fato de sentires desejo, tesão por homens te incomoda, sugiro que apliques tuas energias e direcione tuas atividades sociais para estar junto de mulheres e a tal ponto de vir inclusive a namorar com uma se for o caso.

Contudo, se perceberes que esse sentimento não é algo que tu possas lidar pessoalmente, então talvez seja melhor procurar uma ajuda de um psicólogo ou psiquiatra se assim você desejar. Sei que esse ponto é controverso, mas preste atenção no que eu disse, SE VOCÊ quiser procurar uma ajuda de um profissional. Não estou dizendo que você tem que ir, pois quem decide é somente você e não eu ou a sociedade. 

Ademais, se você entender que tens que procurar uma outra solução ou que deves satisfazer ambos os desejos, de ficar com homens e com mulheres, aí para mim, configura a bissexualidade. Particularmente entendo que se tu alimentares e experimentares a relação homoafetiva será bem provável que continuarás nela, ainda que em conflitos interiores, posto que a sexualidade tem uma pulsão muito forte na vida e na alma da pessoa humana.Quanto mais ela se expressa, mais ela deseja, ela quer, posto que a alma já não satisfeita com pequenas sensações, sempre procurará a querer mais para satisfazer-se. Não posso dizer se você é Bissexual ou não. Só você poderá ter essa convicção.

Então meu jovem, não tenho e não quero ter a pretensão de te dar uma resposta definitiva ou fechada sobre o assunto, particularmente sobre teu caso. Antes foi uma conversa, um bate papo para tentar entender e ajudar a se encontrar. Como disse anteriormente, sei que não é fácil, mas que é importante para você encontrar logo o fortalecimento de uma personalidade que lhe trará uma identidade definida, para que tu tenhas então, liberdade de ser o que você de fato é, sem as pressões da mídia ou de qualquer outro grupo social.

Espero tê-lo feito ajudar a refletir um pouco e se precisar me escrever novamente, seja aqui ou por e-mail, fique a vontade. Abraços.

PS. O rapaz mandou a pergunta na ask.fm  e depois mandou esse recado no tumblr. Respondi lá e colei aqui.

via: ask.fm


Anônimo asked:

nunca beijei e estou c/ medo ... oque eu faço?

Espere. Só faça quando estiver segura de que é isso que realmente deseja. Evite seguir modismos ou ceder a pressões de grupos. Seja você mesma sempre. :)

via: ask.fm


Anônimo asked:

Gente,um dedo pode tirar a virgindade de alguém?e se caso o hímen romper e eu nunca tiver tido uma relação sexual ainda sou virgem?me respondam....

Significado de virgem segundo o dicionário on line:
s.f. Mulher que se conserva em continência, que não teve cópula carnal; donzela.
Adj. Que não teve relações carnais: mulher virgem.
Se você entender a virgindade como a preservação intacta do hímen, então nesse sentido já não serias mais virgem. Se por outro lado, tua concepção de virgindade é a mesma que o sentido do dicionário expressa, a virgindade estaria relacionada a primeira relação sexual e portanto, ainda que o hímen tivesse sido rompido seja por qualquer outro fator que não seja a relação sexual em si, então continuarias a ser virgem. 
Mas eis uma boa questão a ser pensada e até pesquisada, posto que hoje em dia, não raro há experiências homoafetivas entre pessoas do mesmo sexo e logo, bem provável que ocorra o mesmo que tu disseste se houver relação entre duas mulheres. Continuaria ou não sendo virgem? Não sei. Se configurar uma relação sexual entre pessoas do mesmo sexo e forem ambas mulheres e uma delas fosse virgem, como seria? Nesse caso me falta o conhecimento da opinião de especialistas em sexualidade sobre o assunto. Então fica essa questão a ser respondida. 
Quanto a sua particularidade, entendo que para ti seja importante teres um conceito definido de virgindade conforme colocado no início. A partir desse ponto você conseguirá, por si mesma, definir se ainda é ou não virgem. Entendo virgindade como uma questão mais conceitual do que uma regra ortodoxa. Abraços.

Via: ask.fm


Anônimo asked:

Por que alguns homens tem fetiche de ser o primeiro de uma garota?

Não sei se fetiche seria a palavra certa para esses casos. Isso é muito relativo. Talvez seja para demonstrar para si mesmo que é o grande e exclusivo conquistador e assim afirmar sua masculinidade. Ou para dizer para o grupo de meninos que tirou a virgindade de tal menina e por aí vai. Quem pensa nessas categorias, para mim não cresceu ainda, é menino e não Homem. 
Hoje em dia, se a pessoa tiver esse tipo de pensamento egoísta, vai acabar se frustrando. Nem sempre para a namorada será a primeira vez e isso não deveria, pelo menos penso assim, ser algo que viesse a atrapalhar ou impedir um namoro. 
Todos tem experiências na vida, e talvez algumas delas se pudéssemos voltar no tempo não faríamos de novo. Todos tem a oportunidade de começar um grande amor e ter um relacionamento afetivo que por vezes passa pela relação sexual. Nem sempre esses relacionamentos perduram, alguns continuam por uma vida toda, sendo que outros, entretanto, logo acabam. E não por isso a pessoa deixará de ter uma nova chance no amor. 
Por isso é importante o homem ter essa consciência, que mesmo que ele não seja o primeiro homem na vida de uma mulher, naquele momento ele é o homem da vida dela e tem o dever de ser seu companheiro em todos os momentos enquanto estiverem juntos. Assim é que penso e me perdoem os que entendem diferentemente. Abraços.


Anônimo asked:

oque devo falar a minha namorada, tipo quero fazer sexo c/ ela, mais num sei oque falar, pois ela é meio dificil nesse assunto

Nem eu sei o que dizer moço. Só sei de uma coisa, quando um não quer, dois não fazem. O que passar disso pode ser passível até de ser enquadrado em alguma lei de proteção de incapaz, principalmente se a menina for de menor idade. Portanto espere, no tempo certo as coisas deverão se acertar e se for difícil, não se comprometa em situações que estimulem a sexualidade, até que estejam prontos para isso.

via: ask.fm


Olá, namoro a 7 meses e perdi minha virgindade…

Olá, namoro a 7 meses e perdi minha virgindade a algumas semanas. Eu o amo e tenho certeza que ele também. Ele é romântico, engraçado, temos o gênero muito parecido, e NUNCA brigamos. Tenho 15 e ele 17. A questão é que, minha mãe não aceita que eu tenha relações sexuais, por eu ser nova e por achar que isso vá modificar o meu corpo pelo anticoncepcional e ela se espelha muito na sua vida, que ela perdeu com 17 e que quer que seja assim comigo, que homens são todos iguais e etc. Eu preciso muito contar pra ela pra tomar o medicamento e tudo mais, estou perdida, oque faço?

Primeiro quero te dizer que você não é a única que passa por uma situação como essas e que nesses últimos dois anos já respondemos a inúmeras questões parecidas com a tua. Por isso soará repetido o que te direi aos que nos acompanham desde o início, mas como obviamente não é o seu caso, falarei o que penso. De modo geral eu aconselho sim, a contar para os pais (ou apenas a mãe) por mais difícil que isso seja. E sinceramente gostaria que os pais dessem aos filhos, especialmente as meninas a oportunidade e a liberdade de contarem quando isso acontecesse, pois assim se evitaria problemas maiores no futuro. 


Por isso, tome coragem e conte. Se ela tinha um ideal de relacionamento amoroso para você, precisa saber que isso não existe mais. Precisa entender que o que está feito não volta mais, e ficar brava contigo não irá mudar o que aconteceu. Tente fazer ela entender que agora, tu pensas em se cuidar, em planejar melhor o teu futuro. Diga a ela que o namoro vai continuar, se este ainda for o desejo de vocês dois e por conta disso precisam se precaver para evitar uma gravidez indesejada. 


Esse é um tipo de conversa de pessoas adultas e com bom senso. Não sei como tua mãe reagiria a essa notícia, não conheço o teu contexto familiar, mas vejo que sua atitude em querer contar para ela que não é mais virgem demonstra tua sinceridade e responsabilidade ante os fatos. 


Aproveito a oportunidade para fazer um comentário pessoal. O que observo, é que hoje em dia a sexualidade está sendo descoberta cada vez mais cedo e isso gera no mínimo ansiedade e em alguns casos em maternidade rss. Quando namorado, minha intenção e a da minha esposa era o de casarmos virgens, pois tanto eu como ela não havíamos tido relações sexuais ainda. Namoramos cerca de 1 ano e meio e ficamos noivos durante mais ou menos 1 ano. Nesse último período acabamos transando e com isso vieram todas aquelas preocupações em relação a sexualidade, gravidez, etc. Nunca precisamos falar aos nossos pais sobre nossa sexualidade, porque para eles estava tudo bem, mas na verdade, estávamos ansiosos. Conseguimos passar por esta etapa, mas não foi fácil até o casamento. Então, em parte entendo essa angústia gerada pela sexo, prazeroso num primeiro momento mas que depois causa essa apreensão relatada aqui. 


Voltando ao teu caso, se tu perceber que há uma possibilidade de dialogar com teus pais o faça, é muito importante isso para você e antes de tomar qualquer tipo de anticoncepcional deves consultar com um ginecologista para poder orientar melhor e assim evitar o máximo possível de alterações hormonais que tal uso possa te provocar. No mais fiques bem. Abraços

Via: ask.fm


Anônimo asked:

namoro a três anos tenho 19 anos e ele 21 anos estava querendo algum mais serio quero um noivado mais ele pensa que vai noiva hoje e se amanhã já tentei explica que não é assim mais ele nunca me entende a gente já terminou uma vez por conta isso. mas depois voltamos agora queria um conselho seu

Moça, tentei mas não consegui entender direito teu recado. Acho que faltou alguma parte. Mas do que pude perceber, você quer noivar e o cara não. Bom, a vida é de cada um e cada qual deve saber o tempo para tomar algumas decisões. De maneira geral eu concordo contigo, afinal, já são três anos de namoro e um noivado agora seria apenas uma confirmação de que vocês pretendem se casar. Se ele não está querendo, talvez tenha seus motivos, se são justificáveis ou não eu não sei. Mas não teria receio se fosse no meu caso. Pelo que me lembro noivamos quando tínhamos dois anos de namoro e casamos cerca de uma ano após. Enfim, gostaria de poder te ajudar mais, mas não sei como. Não sei se o rapaz tem insegurança, se ele acha que ainda não está preparado. se falta muita coisa para poderem casar, como casa ou apartamento, se estão estudando ou não. Mas repito, como já tem esse tempo de namoro, seria natural assumir um noivado. Quanto tempo depois disso viria o casamento é algo que poderia ser conversado melhor, mas pelo jeito o moço não é muito flexível nesse assunto. Converse de novo e se a coisa começar a desandar é melhor repensar seriamente esse relacionamento enquanto dá tempo. Precisam chegar num consenso para não dar oportunidade a novas discussões. Espero que tenha te ajudado um pouco. Abraços.

Via: ask.fm


Anônimo asked:

É normal uma mulher não conseguir goza ?

A dinâmica do orgasmo ou do gozo feminino é um pouco diferente daquela que ocorre no homem. Enquanto que para este é muito fácil chegar ao gozo, para a mulher entretanto alguns fatores devem estar em harmonia para que isto ocorra. Dentre os quais eu poderia dizer o próprio grau de excitação, fatores hormonais e emocionais, ser estimulada no momento e no lugar certo, além de conhecer bem o próprio corpo para saber aonde as áreas erógenas são mais sensíveis e assim por diante. Caso ainda assim persistir a dificuldade em atingir o orgasmo procure um ginecologista. Abraços.

via: ask.fm