Amor e Sexo



Anônimo asked:

Você acha que perder a virgindade aos 15 ser " puta " pra uma menina? perdi a minha c/ o meu namorado , estamos muitos felizes , nos amamos muito e em 2014 vamos morar juntos , qual a sua opinião?‎ -

Não acho nada, não faço juízo de ninguém aqui. Desejo a vocês tudo de bom e perseverança nesse relacionamento amoroso :)

via: ask.fm


Anônimo asked:

É normal sentir dúvidas em uma relação se a pessoa é a certa pra você?

Sim, é normal, posto que nosso coração por vezes é enganoso. Paixão e amor arrebatam os sentidos, assim como o medo, a incerteza e a dúvida. Tem relacionamentos que somente o tempo dirá se dará certo ou não. O namoro por exemplo, serve para se conhecerem e por incrível que pareça, não apenas para fazer sexo rss. Namorar significa também que ambos desejam se conhecer melhor. Terão a oportunidade de saber os gostos de cada um, a família do outro, os interesses, as virtudes e os vícios. 

Nesse período tem-se então a oportunidade de continuar ou dependendo do que ocorrer, terminar um namoro. É assim mesmo… Mas isso não quer dizer que se namorar, noivar e casar então serão felizes para sempre. Calma… são etapas da vida e cada uma tem suas particularidades que aqui não cabe espaço. Com isso apenas quero dizer que desfazer um namoro, dadas as circunstâncias, seria mais simples que terminar um casamento, por exemplo. 

Dito isso e voltando a tua pergunta, reafirmo que ter dúvidas é até saudável, normal mesmo, mas que continuar com essa dúvida por muito tempo e ou sustentar um relacionamento na base da dúvida, então isso precisa ser reavaliado, posto que permanecer assim somente trará confusão e não levará a lugar algum, somente trará mais angústia existencial. Desejo que se porventura tenhas alguma dúvida em relação a algo ou a alguém, que isso se resolva com brevidade. Abraços.

via: ask.fm


Anônimo asked:

ola tenho 17 anos e ainda sou virgem to c/ meu namorado e sei que posso confiar nele para isso , mas estou c/ vergonha de fazer alguma coisa errada na hora o que eu devo fazer?

O que poderia dar de errado se o corpo humano é tão perfeito a ponto de juntar duas pessoas em uma só carne? A sexualidade é algo natural, não precisa ficar ansiosa pelo fato de ser virgem e de repente não saber o que fazer na hora. Eu e minha esposa éramos virgens assim como você e teu namorado…. Aprendemos um com o outro a beijar, acariciar, fazer amor e ainda hoje nos descobrimos diariamente, pois a vida é assim… dinâmica e imprevisível. Por isso fique tranquila, tudo deve ocorrer conforme o rumo natural do amor e da descoberta da sexualidade. Se quiser ter mais confiança, leia bastante, se informe, peça conselhos a pessoas de maior idade e que tu possas conversar sem receios sobre o assunto. No mais se cuidem, se preparem, usem contraceptivos quando tiverem relações para evitar preocupações maiores depois. Abraços!

via: ask.fm


Anônimo asked:

Eu não gosto de sexo oral e gostaria de tentar entender o motivo que nem eu mesma entendo. Conhece alguém mais ou menos que passa por casos assim?

Algumas pessoas que nos escreveram aqui também não gostam, poderia deixar um contato para que possam trocar figurinhas. Eu sinceramente não conheço pessoas que tem esse pensamento, até porque normalmente as pessoas não falam de suas preferências sexuais assim tão abertamente… a não ser sob o manto do anonimato e dos fakes nas redes sociais rss. Me incluo nisso :)


Anônimo asked:

É normal algumas mulheres acharem sexo oral nojento?

Algumas mulheres não gostam de fazer, mas por amor ou receio de perder o parceiro acabam fazendo. Particularmente penso que não deveria ser algo nojento, mas nem todos tem o mesmo pensamento, seja por motivos sociais, educacionais e religiosos ao qual fomos expostos. Essa concepção da sexualidade como algo nojento para mim soa perigoso do ponto de vista emocional e psicológico. Precismos resgatar a visão de uma sexualidade sadia, onde o corpo e a mente estejam a serviço um do outro, desde que não se prive ou venha a causar algum tipo de coerção ou violência contra a pessoa. Mas entendo você e respeito aqueles que não aceitam a ideia de fazer sexo oral no parceiro ou na parceira por não gostarem de tal prática.

via: ask.fm


Anônimo asked:

Qual é o conselho que você daria para s mulheres que tem medo/vergonha de fazer sexo oral?

Que percam a vergonha… não tem nada demais já que isso faz parte da sexualidade humana. O problema não está no sexo em si, mas nos nossos conceitos e preconceitos em relação ao tema, na forma que fomos educados ou melhor deseducados em relação a nossa própria sexualidade. Também devo dizer que uma coisa é você ter medo ou vergonha e outra é não gostar de fazê-lo. São duas coisas bem diferentes. Respeito a opinião de quem diz que não faz sexo oral porque não gosta, mas não fazê-lo por medo ou vergonha para mim não justificaria tal atitude a não ser pela falta de conhecimento do assunto. E tenho dito rss. Abraços.

via: ask.fm


Anônimo asked:

Tenho 15 anos e "namoro" um cara de 21. Ele nunca se passou cmgo, smpre me respeitou e parece gostar mesmo de mim. Mas eu ainda ñ contei p/ minha mãe sobre ele, e ñ sei como contar, tenho medo de ela ñ entender e achar que ele só qer me comer. Pf, me ajude, ñ sei o q faço mas quero ficar c/ ele

É normal que sua mãe pense isso, haja visto a diferença de idade entre vocês. Comigo aconteceu a mesma coisa em relação a minha mulher. Tínhamos a mesma idade de vocês dois. Mas no meu caso a mãe dela não deu nenhuma oportunidade. Esperei mais três anos e com a aprovação então dos pais dela, namoramos e casamos. Entendo que se vocês quiserem continuar esse relacionamento de forma séria deveriam, sim os dois, deveriam conversar com seus pais. Agindo assim, pelo menos para mim, passariam a impressão de que realmente querem ter um namoro sério. Se tua mãe vai entender ou não, somente saberás a partir do momento em que ela tomar conhecimento do “namoro” de vocês. Espero que dê certo…

Via: ask.fm


Anônimo asked:

tu acha que perder o tensão pelo namorado é porque acabo o amor ? Porque tipo, antes eu encostava nele e ja tava toda excitada, agora não, mas quando eu faço logo eu quero de novo o que é isso ?

O tesão é a manifestação fisiológica de um estado psicológico e emocional provocada pela atração e pelo desejo físico. Isso não significa que não é mais amor, tão somente a libido diminuiu. Precisa saber a causa. Stress, preocupações, sentimentos… não sei. Quanto ao sexo, percebe-se que ficas excitadas durante e após a relação, por isso queres sempre mais.  Eu diria que esse é o tesão reprimido que agora aflora em teu ser para compensar o que não teve ou sentiu antes. Isso é o que penso, mas se continuares a te sentir preocupada em relação ao que escreveste, procure ajuda de um profissional da saúde. Abraços.


Anônimo asked:

Tenho vergonha do meu corpo, o que faço pra mudar isso?

Como provavelmente não tens como mudar de corpo e fazer uma cirurgia corretiva ainda está fora de cogitação, é melhor ficar com o que tem e aceitar-se a si mesma. Não leve a mal minha ironia, mas quando era adolescente eu morria de vergonha de mim mesmo ao me ver no espelho. O que fazer? No meu caso o tempo e consequentemente a maturidade emocional me fizerem perceber que há coisas mais importantes do que a aparência física. Entendo que falar isso aqui é fácil, o difícil é colocar isso em prática. Sei que muitos sofrem por causa da obesidade precoce, por uma cicatriz ou mesmo uma mancha na pele e até pela cor do cabelo. Mas precisamos entender que tem coisas que podemos mudar e outras teremos que conviver por uma vida. Por isso, aprenda a aceitar-se e a valorizar-se como és. Agindo assim começarás a ter uma visão diferente de si mesma e uma qualidade de vida melhor.

Via: ask.fm


Anônimo asked:

tem como uma pessoa amar 2 pessoas ao msm tempo???

Depende de que tipo de amor que você está a se referir. Tu podes amar o mundo todo se quiser, podes amar as pessoas, os animais, as flores. Esse é um amor universal, um sentimento de gratidão pela vida. O amor de um pai pelo filho, de uma mãe pela filha, o amor entre irmãos, entre amigos de uma maneira fraternal. 

Mas creio que te referes ao amor dos enamorados. Aquele de uma pessoa para outra, com o objetivo de tornarem-se um só corpo e alma. Esse tipo de amor é carregado de ternura, compreensão e também de desejo e tesão. Portanto se te referes a esse tipo de amor, por experiência posso te dizer que não existe tal coisa, a de amar duas pessoas ao mesmo tempo. Ninguém pode servir a dois senhores. No máximo o que está a acontecer é uma mistura de sentimentos e paixões. 

E nisso reside essa dúvida: quando o relacionamento é movido apenas pela paixão, ele tem por característica não ser único e muito menos ser fiel ao objeto dessa paixão. Ora se apaixona por um, ora pelo outro, mas não é amor, posto que esse último requer para si, fidelidade e exclusividade por conta de sua devoção. 

Mais cedo ou mais tarde vais notar a diferença. Enquanto isso não ocorre, faça de sua vida como um poema do Renato Russo: “é preciso amar as pessoas, como se não houvesse amanhã”. Abraços

via: ask.fm


Anônimo asked:

Me da um conselho?Olha eu penso que nunca vou gostar de ninguém, sabe já vi muitas pessoas fazendo juras de amor e trair(dá ódio!) e sou virgem!Acabo pensando em perder c/ qualquer um, mais depois lembro do que vc já disse, c/ alguém que goste,vc acha que devo esperar a pessoa certa?Me ajude!:)

Moça, se nossa felicidade ou decisão se basear nos modelos ou exemplos que temos a nossa volta, a gente acabaria não fazendo nada. Iríamos virar eremitas de uma sociedade conectada virtualmente mas que não consegue lidar com os desafios que a realidade cotidiana nos apresenta. O que você está dizendo é a mais pura verdade, por mais que não gostemos dela. De fato, juras de amor são feitas sem responsabilidade alguma, sem medir as consequências de tal ato. Virou algo banal, posto que as trocas de amores são mais comuns do que imaginamos. Mas o que esperaríamos de uma sociedade consumista e utilitarista como a nossa? Um relacionamento só é importante ou só tem valor se ele for interessante para mim. A partir do momento em que não sou mais atendido em meus desejos, então me desfaço dele… Descartáveis é o que somos para esse tipo de pensamento.

Por isso, é importante você permanecer fiel nos princípios e nos valores que tens. Por mais pressão que sofres dos amigos, do grupo, da mídia e da sociedade, eu ainda acredito que tu deves ficar firme neles. Será que nos dias de hoje não se encontram mais rapazes que levam a sério a vida e respeitam a opinião do outro? Que valorizam o namoro sério e comprometido e que saibam honrar a namorada que tem? Quero acreditar que ainda encontremos jovens de boa índole. 

Te digo moça, que vale a pena acreditar em uma pessoa que venha a te amar por aquilo que você é, não pelo que tu pode oferecer. Mas também entendo que a vida é um aprendizado constante, e não há como saber se um relacionamento vai dar certo ou não, sem nunca ter tentado viver um. No meu tempo a gente namorava para se conhecer, com a intenção no coração de vir a casar. Nem sempre um namoro resulta em um casamento. As vezes ele mostra que é melhor não seguir adiante. Nem sempre um casamento dá certo, mesmo com as promessas de uma vida a dois até que a morte os separe. Vários fatores, justificáveis ou não podem interferir nessa decisão. O mais importante nesse processo é saber lidar com todas essas circunstâncias, sejam nos momentos de felicidade, quanto nos de adversidade. 

Por fim, se em teu coração, você tem esse propósito de esperar pela pessoa certa, que assim seja. Mas lembre-se, nesse mundo, todos nós estamos num constante aprendizado. A pessoa certa em um momento, poderá não sê-lo no outro. Mas é importante você amar e encontrar alguém que te ame também, aproveite quando esse amor chegar e aprenda com ele, mas não deixe de viver se ele te decepcionar, pois somente você é responsável pelo destino que tua vida seguirá. Abraços

via: ask.fm


Anônimo asked:

como é conhecer a sogra?

É como conhecer outra pessoa qualquer. Com mais experiência com certeza e com conceitos e preconceitos definidos que num primeiro momento podem assustar, mas que depois, dependendo de como a relação se desenrola, não tem nada de anormal. A mãe de nossa namorada (sogra) geralmente vê com desconfiança e como ameaça qualquer namorado ou pretendente que a sua filha encontra. Nada mais natural. Cabe a nós demonstrarmos respeito e honrarmos a filha dela como ela merece. Ganhando o coração da sogra, já é meio mundo conquistado rss. 
Certa vez alguém disse o seguinte em algum lugar: “Se queres conhecer como será tua mulher contigo, observa como ela trata a mãe dela. Da mesma forma será contigo”. E tenho dito rss.
Falei de sogra no sentido do rapaz em relação a mãe da namorada. Semelhantemente pode ser o mesmo com o sogrão.. e vice versa ;)

via: ask.fm


Anônimo asked:

Oi! É meio que um desabafo e dúvida. Sou homem, 19 anos, e sinto tesão por homens mas eu só me apaixono por mulheres, sinto tesão por elas também, mas comparativamente por homem supera... Sou bi? Isso ta me deixando muito confuso. :S

Meu rapaz, fico feliz por ter procurado transcrever algo que para você ainda não é bem claro. Muitos passam pela mesma situação que a tua e falta a eles alguém que os escute sem fazer juízo de valores. Mais uma vez parabéns pela coragem e sinceridade nas palavras. Vamos lá…

Como diria uma música do U2, “teus sentimentos são mais fortes do que teus pensamentos”. Aquilo que você sente é tão avassalador em tua alma que já não consegues pensar racionalmente e assim o conflito se instaura no ser, na alma.

O que poderia dizer para ti? O que conheço da sexualidade humana são de minhas leituras superficiais, sejam as teorias de Freud e as pulsões sexuais, as de Lacan com seus símbolos, perversões e a neurose do ser e do self (eu), ou mesmo de Jung com suas características intimistas do anima e animus, do masculino e feminino na alma humana. Mas principalmente da minha própria experiência como homem nesse mesmo chão batido no qual todos nós estamos findos a existência.

Na minha adolescência e juventude também passei por algo semelhante, mas não tão intenso como o seu caso. O tesão por pessoas do mesmo sexo, a curiosidade e a angustia de saber se era homem ou se apenas era uma alma feminina a estar num corpo masculino me faziam conflitar. Foi um tempo de ajuste, de descoberta e de convicção. Dali poderia eu sair para uma relação homoafetiva ou para a heterossexualidade. No meu caso, foi a segunda opção. Entendi que era e sou um homem e que minha sexualidade e meu amor seriam para uma mulher, hoje minha esposa. Tem muitos homens que, embora casados, tem relações sexuais com outros homens, sejam eles passivos ou ativos, mas que ainda continuam a amar a mulher deles. É o sexo pelo sexo apenas. Quem ama, ama uma pessoa tão somente, mas o desejo, o tesão, esse muitas vezes não escolhe parceiros. Por isso sei bem o que estais a passar ainda que não na mesma intensidade e respeitando tua individualidade.


Por isso ouso te dizer algumas palavras, as quais espero não ser mal compreendido mas sei que não agradarei a todos que me leem, principalmente pelo momento no qual a sociedade brasileira passa. Primeiro, se de fato isso for apenas um ajustamento psicoemocional e afetivo, então provavelmente tenderás a voltar a sentir um tesão maior e a apaixonar-te tão somente por mulheres. Passado esse pico pelo desejo de pessoas do mesmo sexo, seria natural que te voltasse para as mulheres. Pode acontecer isso. Se o o fato de sentires desejo, tesão por homens te incomoda, sugiro que apliques tuas energias e direcione tuas atividades sociais para estar junto de mulheres e a tal ponto de vir inclusive a namorar com uma se for o caso.

Contudo, se perceberes que esse sentimento não é algo que tu possas lidar pessoalmente, então talvez seja melhor procurar uma ajuda de um psicólogo ou psiquiatra se assim você desejar. Sei que esse ponto é controverso, mas preste atenção no que eu disse, SE VOCÊ quiser procurar uma ajuda de um profissional. Não estou dizendo que você tem que ir, pois quem decide é somente você e não eu ou a sociedade. 

Ademais, se você entender que tens que procurar uma outra solução ou que deves satisfazer ambos os desejos, de ficar com homens e com mulheres, aí para mim, configura a bissexualidade. Particularmente entendo que se tu alimentares e experimentares a relação homoafetiva será bem provável que continuarás nela, ainda que em conflitos interiores, posto que a sexualidade tem uma pulsão muito forte na vida e na alma da pessoa humana.Quanto mais ela se expressa, mais ela deseja, ela quer, posto que a alma já não satisfeita com pequenas sensações, sempre procurará a querer mais para satisfazer-se. Não posso dizer se você é Bissexual ou não. Só você poderá ter essa convicção.

Então meu jovem, não tenho e não quero ter a pretensão de te dar uma resposta definitiva ou fechada sobre o assunto, particularmente sobre teu caso. Antes foi uma conversa, um bate papo para tentar entender e ajudar a se encontrar. Como disse anteriormente, sei que não é fácil, mas que é importante para você encontrar logo o fortalecimento de uma personalidade que lhe trará uma identidade definida, para que tu tenhas então, liberdade de ser o que você de fato é, sem as pressões da mídia ou de qualquer outro grupo social.

Espero tê-lo feito ajudar a refletir um pouco e se precisar me escrever novamente, seja aqui ou por e-mail, fique a vontade. Abraços.

PS. O rapaz mandou a pergunta na ask.fm  e depois mandou esse recado no tumblr. Respondi lá e colei aqui.

via: ask.fm


Anônimo asked:

nunca beijei e estou c/ medo ... oque eu faço?

Espere. Só faça quando estiver segura de que é isso que realmente deseja. Evite seguir modismos ou ceder a pressões de grupos. Seja você mesma sempre. :)

via: ask.fm