Amor e Sexo



amoresexo asked:

C/ quantos anos é o certo para se perder a virgindade?

Vai da maturidade do indivíduo. O que para mim pode ser a idade adequada, para você pode soar como careta. Evidentemente que a pessoa deve ter consciência e responsabilidade sobre seus atos. Saber quais são as prioridades da vida e do momento também são importantes. Ser virgem não é errado assim como quem deixou de sê-lo não deve ser rotulado de forma alguma. Temos que valorizar as virtudes de cada um.

via: ask.fm


Anônimo asked:

porque acontecem atrações?

Boa pergunta… e seria muita prepotência minha se tivesse uma resposta completa para ela. Por experiência e pelo que observo da vida e dos relacionamentos amorosos uma atração pode ocorrer quando há afinidades, mesmos gostos, compartilhar locais e culturas parecidas. Nesse contexto nosso self está mais predisposto a encontrar um parceiro e consequentemente ser atraída por ele. As vezes a atração ocorre de momento, num único olhar onde nosso coração acelera e nosso corpo estremece. Essa é uma reação fisiológica natural por vezes emocional o que faz com que a paixão e o instinto prevaleçam em alguns momentos sobre o racional. Não vejo que alguém possa ter controle sobre isso, pois como já disse acima, parece ocorrer quando menos esperamos e alheio a nossa vontade, posto que lida com questões primárias da psiquê humana… e de satisfazer essas necessidades como ser amado e estar sexualmente envolvido com alguém assim como sentir-se protegido e estar seguro do lado do parceiro.
porque acontecem atrações?

via: ask.fm


Anônimo asked:

porque que homem podem se divertir e andar c/ mulheres diferentes e mulher nao pode andar c/ varios homens diferentes em sua vida mesmo nao sendo ao mesmo tempo?

Isso é uma questão cultural. De fato em alguns aspectos nossa sociedade dá uma certa liberdade aos homens, e quando as mulheres usam dessa mesma liberdade são tachadas de putas, piranhas, de mulher fácil, etc. Nesse sentido é interessante a tua colocação. Mas quero abordar o assunto de uma maneira diferente. Deixo claro que respeito as opiniões divergentes e quem pensa diferente de mim tem todo o direito de fazê-lo e de discordar do meu raciocínio.

Para mim essa não é uma questão de pode ou não pode. Todos podem, de acordo com a sua consciência e conveniência, fazerem o que bem entenderem desde que isto não cause problemas a terceiros. A questão é saber se deve ou não fazer. Se tem a liberdade de sair com quantos homens ou mulheres, entenda que isso também implica em assumir as responsabilidades que este tipo de comportamento ou relacionamento acarreta.
Quando se está com alguém ou fica com uma pessoa, querendo ou não, sempre existirá algum tipo de sentimento envolvido. Seja uma simples atração sexual como bem pode ser um envolvimento emocional, haverá uma troca de energia, de tempo e essas coisas marcam nossa alma. Meu receio é que ao procurar o homem sair com várias mulheres e o contrário, a mulher sair com vários homens, a alma de ambos se torne superficial e fragmentada, fragilizada por falta de relacionamentos estáveis.
Sou favorável, sim, a que se conheça outras pessoas para que vejam se há compatibilidades e reciprocidades nos sentimentos. O namoro é uma etapa importante para isso. Namoro é claro, não é casamento, mas é uma etapa de conhecimento mútuo que auxiliará na tomada de futuras decisões no relacionamento. Quem fica com muitos por pouco tempo, pode ficar sem alguém por um longo tempo.
Abraços

porque que homem podem se divertir e andar com mulheres diferentes e mulher nao pode andar com varios homens diferentes em sua vida mesmo nao sendo ao mesmo tempo?


Anônimo asked:

mais ou menos quanto tempo levam os homens pra ejacularem se masturbando?

Depende do grau de excitação do homem, o quanto ele é sexualmente estimulável. Tem gente que goza rápido outros que demoram um pouco mais. Fatores que influenciam: fantasiar uma relação, o tesão para tanto, a intensidade da masturbação, estar ansioso ou não, enfim, essas coisas.
mais ou menos quanto tempo levam os homens pra ejacularem se masturbando?

via: ask.fm


Anônimo asked:

Oi? Tipo, to super bolada c/ isso! é feio ficar c/ 2 meninos em uma festa? (mas foi só beijo e mais nada, pq tenho 16 anos ainda) Terminei um namoro segunda e a festa foi na quinta (dia dos namorados)

Não diria se é feio ou não, se é correto ou errado, pois isso depende dos teus princípios, da tua educação e da cultura na qual você vive além é claro de tua própria consciência. Eu não sou do tempo do ficar por ficar, mas sim do ficar para sempre, ou pelo menos com a intenção de ter um namoro firme. Nesse caso minha resposta é te fazer pensar mais um pouco: tua atitude te incomoda? Depois de “ficar” com alguém você se sente culpada ou desconfortável? Ficar ou namorar qual seria o melhor caminho para você? Agora é tempo de se envolver com ficantes e tentar um namoro sem que isso prejudique ou atrapalhe outras áreas de sua vida, sejam elas emocionais, afetivas, sociais e profissionais? Pense um pouco e responda para si mesma. O que significa para ti ficar com dois guris numa festa? Tu vais ganhar alguma coisa com isso, te tornarás uma pessoa mais madura ou apenas será mais uma para estes meninos? Espero que tais perguntas te ajudem a entender a tua pergunta para nós. Abraços e fiques bem.
Oi? Tipo, to super bolada com isso! é feio ficar com 2 meninos em uma festa? (mas foi só beijo e mais nada, pq tenho 16 anos ainda) Terminei um namoro segunda e a festa foi na quinta (dia dos namorados)

via: ask.fm


Oi,tudo bem?Não vim pergunta sobre sexo mais.. eu não me dou muito bem c/ meu corpo,me acho gorda e todo mundo fala que eu não sou gorda,faço o caraio a quatro pra emagrecer eu ando 1h e meia todo dia,faço 2h de academia e anoite corro uma hora , faço dieta. Todo mundo diz que sou obcecada em ficar gostosa.Sera que é psicológico?Meu pai vive falando que vai me levar no psicologo mais eu odeio psicologo, quando minha mãe morre e eu quase bati na mulher,achei muito invasivo,O que acha sobre?

Moça, eu iria sugerir o conselho de seu pai… mas tua experiência anterior com este profissional não foi nada agradável pelo que disseste. Então vou focar naquilo que você disse e que eu considero importante. Você afirmou que “não se dá muito bem” com teu corpo. Que se acha gorda e tals, mesmo que as pessoas dizem que não é assim. Evidentemente que há uma necessidade de se auto-afirmar enquanto pessoa nesta tua obsessão pelo corpo.

Tem pessoas que conseguem viver naturalmente com uns quilinhos a mais, outras que curtem a vida com o peso abaixo da média, e são felizes assim. Essa revolta pelo próprio corpo pode sim estar atrelada a fatores psicológicos de compensação, por algo que fez ou que talvez tenha deixado de fazer. Uma forma inconsciente de se punir talvez. Me diga… quando isso começou a se desenvolver em ti? Quando percebeste esta necessidade de manter um corpo ideal? Por acaso foi no mesmo período em que perdeste tua mãe?

Como vês, não tenho respostas ou conselhos práticos para você, mas apenas estou querendo fazer com que pense a respeito disso. Já li um livro muito interessante sobre essa relação que conflagra uma angústia existencial entre o Ideal e o Real, da aceitação de si mesma e do próprio corpo enquanto parte indivisível do ser. E no contexto do livro temas como bulimia e anorexia vem a tona além de outros disfunções psicológicas e sociais.

Espero que esse não seja o seu caso, querer ser saudável é uma atitude louvável, ter zelo pelo corpo também o é, mas isso se torna patológico na medida em que essa preocupação se torna uma obsessão e te impede ou começa a te afastar de viver em sociedade sem ter que se justificar para qualquer um que seja.

Você parece ser uma pessoa determinada e disciplinada, que faz acontecer aquilo que deseja. Isso demonstra uma grande autoconfiança. Utilize estas virtudes para ser mais flexível consigo mesma, não exija de você mais do que lhe convém e por último, dê uma oportunidade de diálogo a seu pai. Pelo visto ele te quer ver bem. Se preciso for, vá com ele a um psicólogo ou psiquiatra, por mais difícil que seja isso para você, com certeza para o seu pai também não é fácil, mas juntos poderão um ajudar o outro.

Vou ficando por aqui, na limitação que tenho em poder te ajudar ou te orientar melhor, posto não sei quem de fato és, não conheço tua história de vida, nem tua idade eu sei, e o que disse acima foi baseado nas impressões que tua “fala” despertou em mim. Espero que de alguma forma pude ajuda-la. Abraços

Via: Ask.fm

(Fonte: amoresexo)


Anônimo asked:

cada dia que passo ao lado do meu namorado, parece que tenho certeza que vai ser para sempre ele me faz me sentir mais confiante e o meu lado menina vai embora e a mulher que esta escondida aparece , o que faço para saber se o meu sentimento por ele é paixão ou amor ?

Não se sabe, se vive! No caso de namorados, paixão e amor se misturam e se completam. Posso amar alguém, sem necessariamente estar apaixonado por esta pessoa. Posso também, ter apenas uma paixão avassaladora, coisa de momento, que amiúde é confundida com amor. Geralmente a paixão passa, mas se é amor esse permanece. No caso de casais ou de namorados o segredo é ter paixão e continuar amando, mesmo com o passar dos anos. Abraços


Anônimo asked:

como posso conquistar/começar a falar c/ um menino que conheço apenas de vista e ele a mim?

Encontre algo em comum, que compartilhem os mesmos gostos. Procure saber do que ele gosta, que tipo de livros lê, que filmes assiste e que músicas ouve. Assim que surgir uma oportunidade comente com ele sobre o assunto preferido dele. Se isso for difícil, procure agir com naturalidade e de alguma maneira fale perto dele daquilo que tu gostas. Seja simpática, sorria com os lábios e com os olhos sem perder a delicadeza de ser feminina. Pode ser um bom começo rss. Abraços.

via: ask.fm


Anônimo asked:

Eu estava namorando um menino em casa por 4 meses e a gente brigou ai a gente iria voltar e minha mãe não deixou, oq eu faço ? pois eu gosto dele e ele gosta de mim ainda e minha mãe não quer deixar eu voltar a namorar c/ ele em casa.

Bom, primeiro, peço desculpas pela demora em te responder. Quem sabe isso já foi resolvido. De qualquer forma faço algumas considerações. O difícil para nós nesse caso é dar uma resposta mais específica, posto que não sei a idade de vocês dois. Então de modo geral, o que recomendamos é que deve haver um consenso para o namoro pelas famílias envolvidas. Isso é prudente no sentido de que estando todos de acordo, o namoro passará a ser feito num clima emocional que seja no mínimo amistoso. Tensões familiares num relacionamento tendem a se complicarem. Discussões e brigas podem levar a situações indesejáveis, por isso cautela nesse momento.
Importante seria fazer tua mãe compreender que discussões fazem parte das relações. Elas continuam inclusive no casamento. Talvez ela tenha receio disso e não quer passar por esse desagravo. Se de fato querem voltar a namorar irão precisar portanto de paciência agora e com o tempo tentar ganhar a confiança da família novamente.
Enquanto isso não ocorre, priorize outras áreas de tua vida e na medida do possível honre tua mãe, quem sabe o coração dela se volte a teu favor e aceite o retorno do namoro? Evite o conflito, tente trazê-la para junto de ti, pois assim sendo, terias condições de focar no namoro como deve ser.
Era isso… abraços e espero que estejas bem.

via: Ask.fm


Anônimo asked:

Tenho uma relação muito próxima c/ um amiga. a gente sempre costumava se beijar (sim, na boca), mas sem entender como um ato sexual ou lésbico. as coisas começaram a esquentar...o toque e o beijo ficaram mais intensos não sinto atração por mulheres, é só c/ ela que me sinto livre assim! acham que isso tem a ver c/ a nossa proximidade muito forte? ando preocupada, pois tenho medo do rumo da nossa amizade pelo fato de a gente gostar de homens, mas sentir essa liberdade uma c/ a outra.

Pode ser que seja o que você falou; proximidade, intimidade. Nos falta maiores informações, principalmente a idade de ambas. As vezes há uma afetividade natural maior entre meninas, sem que questões sexuais estejam presentes. Geralmente isso ocorre no início da adolescência, seja em andar de mãos dadas, carinhos e afetos. Mas não passa disso.

Como suponho que já tenham passado dessa fase, evidentemente que a sexualidade já não é vista mais em termos tão pueris assim. Com o desenvolvimento natural da mulher, com os estímulos hormonais, haverá um aumento do desejo como um todo. Talvez essa seja a explicação do toque e do beijo ficar mais intenso, pois não há ser humano no mundo que atinja a maturidade que não tenha despertado dentro de si o desejo pelo outro quando estimulado por carícias, beijos e afetos com conotação sensual. 

Você disse que não sente atração por mulheres, somente com ela é assim. Eis um mistério da dinâmica da alma feminina… Na tua dúvida há subentendido a questão da bissexualidade. Poderá você gostar de homens e sentir tesão pela tua amiga?

Como disse antes, talvez seja apenas um período de descoberta da própria sexualidade e de nortear tua afetividade seja para um relacionamento mais seguro no sentido de saber se realmente tu tens afinidade pelo sexo oposto ou se permanece em um relacionamento homoafetivo, ainda que não em sua plenitude. 

No final das contas a resposta está em você mesma… não seria diferente. Como em todo relacionamento, o importante é você conversar com tua amiga sobre esses sentimentos. Saber o que ela pensa e o que sente em relação a tudo isso e principalmente em relação a você. 

Sabendo o que querem, possivelmente ficará mais fácil tomar alguma decisão se porventura acharem conveniente. Dito isto, o que sei é que o sexo em si, tem uma pulsão muito forte sobre a alma humana. Por isso, pondere mesmo sobre esse momento. Nada faça por imposição ou por sentir-se pressionada. Tens que ter a liberdade de viver a tua vida. Mas se tua consciência apontar para algo que tu fazes, e isto te faz sentir-se culpada, então é melhor refletir sobre a questão. Espero que tenha entendido. Abraços, fiques bem.

via: ask.fm


Anônimo asked:

To namorando um menino 8 anos mais velho que eu, e eu sou virgem. Tenho certeza que vai acontecer a qualquer hora, mas tenho medo e tenho vergonha do meu corpo. E agora? :(


Agora… se o menino for um menino ainda, espere ele ser Homem. Se você tem certeza de que vai acontecer a qualquer hora, então não deve haver receio, já que tens tanta certeza assim. O medo nos preserva de muita coisa, dentre as quais aquelas que poderiam nos prejudicar. Portanto num certo sentido isso é bom, pois nos faz refletir, pensar e ponderar. Mas medo em excesso pode nos travar e tirar de nós a alegria do momento. Não deixe o medo virar pânico, senão você trava.
 

Compreenda, entenda e saiba que a sexualidade faz parte da natureza humana, e dentro daquilo que se pode chamar de maturidade sexual, se o corpo e a mente estiverem prontos para o ato em si, não deveria, pelo menos penso assim haver medo. 

Como tens vergonha de teu próprio corpo, diria que primeiramente precisaria se aceitar como pessoa, valorizar o que tens do jeito que és. Pois se não fores assim, é bem provável que tuas carências aumentem e que a aceitação de ti mesma passaria pela aprovação de outrem, no caso do teu namorado e geralmente essa aceitação se dá na esfera da sexualidade. Por isso considero importante você estar de bem consigo mesma, e desta forma não ficar tão dependente dos afetos de outros para te sentir valorizada. 

Dito isto, me chamou a atenção essa diferença de idade, não que seja algo impossível de acontecer, pois vocês dois são prova de que estão juntos porque se gostam, mas geralmente nesses casos, como você bem falou, certamente transarão. Por isso, pense bem se é o que você deseja, e se este for o caminho procure ser prudente. Abraços. 

via: ask.fm


Anônimo asked:

Eu tive duas decepções amorosas que me machucaram muito. Acha que um dia eu vou encontrar um cara que seja certo pra mim? Acha que um dia posso ter uma relação de anos e ser feliz?

Ser feliz é o que todos nós queremos e o que desejamos para as pessoas. Felicidade já diriam alguns, é um estado de espírito, do ser, e portanto de momento. Logo, isso pressupõe que não seja eterna e que não será a todo momento que estaremos felizes. Dito isto, amiúde busca-se a felicidade nas coisas, nos bens e principalmente no outro, ao invés de encontrá-la dentro de si mesmo.

Nesse ponto chego a tua questão. Se você entende que a tua felicidade depende do outro, de uma relação estável e segura, então te digo que isso será o que menos encontrará. Você primeiramente teria que estar bem consigo mesma, ainda que haja reveses na vida, o que importa é a tua atitude em relação a isso.
As pessoas te decepcionarão, como bem tu sabe, mas elas não tem o direito de ditar os rumos de tua vida. Se não deu certo um relacionamento, isso não deveria ser um motivo para que não tentasse novamente. Entendo que isso não é agradável, principalmente a você, que me passa a impressão de ser uma pessoa com princípios e valores bem definidos e que não está na vida para ficar apenas curtindo casos de amor, mas busca um relacionamento verdadeiro e recíproco.
Acredito sim que você vai encontrar alguém novamente que te faça sorrir e tirar de ti um brilho diferente no olhar. Se tal pessoa será aquela pela qual tu sempre esperou, e não sei, mas tu somente saberá se começar um relacionamento, agora já mais amadurecida a ponto de saber identificar os sinais de seguir adiante ou de parar para evitar algum tipo de decepção amorosa.
É possível encontrar uma pessoa e ter uma relação de anos com ela. Nós por exemplo, somos casados há mais de 10 anos e já passamos por momentos delicados no casamento, mas continuamos juntos até hoje porque demos a chance a nós mesmos de dialogar, conversar, perdoar e prosseguir em frente entendendo que não somos perfeitos e estamos num contínuo processo de aprendizagem um com o outro.
Portanto, felicidade é isso, é momento, seja individualmente, seja com os amigos ou com a pessoa amada. Aproveite cada momento com sobriedade, sabedoria e inteligência e sejas feliz. Abraços.

via: ask.fm


Anônimo asked:

Olá. Gostaria de saber, qual foi a pergunta mais complicada que você já respondeu? Alguém já te contou algo tão complicado que você quis conhecer a pessoa para ajuda-la?‎

Já respondemos a muitas questões que considero difíceis, e não saberia enumerá-las aqui. As que envolvem gravidez, as que falam que transaram e ficaram arrependidas, as que tem medo de contar para a mãe que não é mais virgem ou que a família não aceita o namoro. Algumas que tratam de relacionamentos não correspondidos ou que não deram certos. Enfim, várias. São todas questões que procuramos responder nos colocando no lugar do outro. E isso é algo difícil de se fazer porque cada um tem a sua história de vida, seu contexto social e familiar, sua maturidade emocional e afetiva e mensurar essas variáveis não é tarefa das mais fáceis de se fazer. Mas sinceramente procuramos dar a melhor orientação na medida daquilo que entendemos ser o mais adequado para o momento.
Sobre conhecer as pessoas que nos escrevem, olha… tem pessoas que se sentiram mais a vontade e pela complexidade do problema vieram até nós por e-mail. Desta forma tivemos um laço mais próximo, e sim, se pudéssemos teríamos o maior prazer em conhecer, abraçar e apoiar as pessoas que nos procuram e se identificam com o nosso modo de ser. Era isso… por enquanto rss. Abraços.

via: ask.fm


Anônimo asked:

Namoro a 4 meses e toda vez que eu e meu namo estamos juntos o clima esquenta.. E marcamos um dia de eu ir na casa dele de tarde pra ficar o dia inteiro c/ ele mais não fui pq fiquei c/ medo de acontecer alguma coisa.. E sou virgem ainda e tenho 16 anos.. Oq eu faço ?

Se estais na dúvida é melhor não fazer nada em relação ao sexo. Cada um deve saber o que é melhor para si dentro do contexto de vida na qual está inserido. Particularmente eu penso que 4 meses de namoro e já partir para uma vida sexual ativa é algo que deve ser analisado com cuidado. Mas isso hoje em dia é relativo, posto que meninas as vezes perdem a virgindade num primeiro encontro em uma “balada” por exemplo. Mas vejo que você tem alguns princípios e portanto considere mesmo se já é tempo de transar sem ferir tua própria consciência. Por experiência sei que um namoro longo tenderá a ter momentos cada vez maiores de intimidade, de paixão e de tesão e logo ambos não se conterão e acabarão transando. Por isso, converse bastante com teu namorado, vejam a importância do cuidado em relação ao uso de camisinha ou de pílula anticoncepcional se for o caso. Por fim, repito o que disse no início para você… se ainda não te sentes pronta, melhor não fazer. Abraços e tudo de bom.

via: ask.fm